Você, super feliz comprou a mercadoria, mas ao receber, um desses produtos veio quebrado ou em desacordo comercial? :-(

Fique tranquilo que você pode criar uma nota fiscal de devolução para o fornecedor, veja que bacana:

1. Menu de Compras, Estoque e Produção

Acessando o Menu de Compras, Estoque e Produção, clique na opção "Etapas das Compras" no grupo Compra de Produto, como na figura abaixo:

2. Localizando a Nota Fiscal a ser devolvida

  1. Utilize esse campo para pesquisar a nota fiscal, seja pelo nome do fornecedor ou pelo número da nota;
  2. Dê dois cliques no "card" para abrir a nota.

3. O recebimento da nota

Clique no botão "Devolver".

4. Preenchendo/alterando o Pedido de Devolução

  1. Motivo da Devolução. Motivo pela desistência da compra. Já existem alguns motivos cadastrados, mas você pode incluir um novo e o melhor de tudo, é no próprio campo. O "Motivo da Devolução" informado é destacado nos "Dados adicionais" do DANFE ;-)
  2. Itens que compõem a Devolução. Selecione o item e clique no botão "Editar Item", para abrir as características do produto.

Para realizar a devolução total do pedido, basta informar:

  1. CFOP da Devolução. Informe o CFOP que será utilizado e clique no botão "Salvar". Caso queira, você pode editar os impostos também. Se por ventura você não souber qual CFOP e/ou impostos utilizar, dê um #alô para o seu amigo contador! ;-)

Se a devolução for parcial, ou seja, uma quantidade inferior ao que foi adquirida ou a devolução de apenas um dos itens, basta clicar no botão "Editar item", para alterar a quantidade a ser devolvida ou o botão "Excluir" para excluir o produto que não será devolvido.

4.1. Alterando a quantidade e informando o CFOP

  1. Quantidade. Quantidade que está sendo devolvida do produto.
  2. CFOP. CFOP é a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações, das entradas e saídas de mercadorias, intermunicipal e interestadual. É um código numérico que identifica a natureza de circulação da mercadoria, ou seja, indica qual operação você fazendo. Converse com seu contador para entender quais CFOP's você deve utilizar.

4.2. Definindo os impostos ICMS, ICMS Substituição Tributária, IPI, PIS e COFINS

Acesse as abas "ICMS", "ICMS Substituição Tributária", "IPI", "PIS" e "COFINS", conforme indicado na figura acima, e preencha as informações necessárias para o cálculo dos impostos. Seu contador pode te ajudar bastante e ele é a pessoa indicada para responder o que você deve colocar em cada campo, pois isso varia muito em função do enquadramento fiscal de sua empresa x o produto que você está devolvendo x o tipo de operação que está sendo realizada.

5. Conferindo e Concluindo o pedido de Devolução

Clique no botão "Conferir" para verificar se todas as informações estão de acordo.

5.1.

Você também pode gerar a pré-nota, basta clicar no botão "Veja como vai ficar o DANFE (pré-nota)" e, se tudo estiver de acordo, clique no botão "Concluir Devolução ao Fornecedor".

5.2. Pré-nota

6. Acompanhando a Devolução

Depois de solicitar a devolução do pedido de devolução ao fornecedor você pode (e deve...) acompanhar a resposta da Secretaria da Fazenda (SEFAZ).

6.1. Acessando o Pedido de Devolução ao Fornecedor

Acesse o Painel de Compras, Estoque e Produção e clique em "Exibir todas" no grupo Devolução ao Fornecedor, conforme destacado na imagem acima.

6.2. Analisando a resposta da Secretaria da Fazenda (SEFAZ)

O Omie demonstra através de uma representação em cores, destacada na Situação o que representa o pedido de devolução ao fornecedor conforme indicado na figura acima, o que está acontecendo:

  1. ✓ Concluído: sucesso! a solicitação foi autorizada pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ) e a nota fiscal foi gerada. Nesse momento, após a autorização, a conta a receber será gerada no módulo "Finanças", assim como serão geradas as baixas/saídas no estoque dos produtos devolvidos.
  2. • Concluído (aguardando retorno da SEFAZ): a solicitação ainda está sendo analisada e processada pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Calma aí :)
  3. • Pendente: são pedidos de devoluções que ainda não foram concluídos.
  4. • Concluído (NF-e rejeitada): a solicitação foi rejeitada pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Nesse caso a nota fiscal não foi gerada.
  5. × Cancelado: são notas fiscais que foram canceladas.

A atualização da situação de cada solicitação de emissão de nota fiscal (com suas respectivas cores) é feita de forma automática pelo Omie a cada 10 segundos.

6.3. Entendendo e resolvendo "os vermelhos"

Quando uma solicitação de emissão de nota fiscal é rejeitada pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ), isso pode ocorrer por duas principais razões:

  1. a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) está fora do ar. Sim, Terráqueos, a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) vira e mexe fica fora do ar. Nessa situação, você pode entrar novamente no pedido e clicar para Reenviar a NFe.
  2. alguma informação está errada no pedido de devolução ao fornecedor e foi criticada pela SEFAZ. Aqui é com você: descubra e ajuste o que está errado. Para isso, acesse a aba "Comunicação com a SEFAZ" do pedido de devolução ao fornecedor.

6.4. Verificando exatamente o que a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) te falou

  1. marque a opção "Exibir todas as mensagens de comunicação com a SEFAZ". Ao marcar essa opção você visualiza todas as mensagens que a SEFAZ retorna. Vários tipos de inconsistência podem ser apresentados. De forma geral, as mensagens são auto-explicativas. Você deve analisar cada uma, providenciar o devido ajuste, salvar e reenviar o pedido de devolução ao fornecedor, conforme a imagem acima.
Encontrou sua resposta?