Você ainda recebe notas fiscais não eletrônicas, como essa daí?

Você pode incluí-la no Omie bem rapidinho, alimentando seu estoque de produtos e gerando as contas a pagar para seu fornecedor.

1. Acesse o Módulo de Compras e Estoque, clique no passo 5:

  • Depois selecione a opção de cadastrar manualmente a nota fiscal:

2. Preencha os dados principais da nota fiscal:

  1. Fornecedor que te vendeu. Selecione o fornecedor já cadastrado. Confira também o artigo "Como cadastro meus clientes e fornecedores?".
  2. ´Número da Nota Fiscal. 
  3. Série da Nota Fiscal.
  4. Modelo da Nota Fiscal.
  5. Data de Emissão da Nota Fiscal.
  6. Itens da Nota Fiscal. Incluir os produtos que você comprou.
  7. Transporte. Informações sobre o transporte dos produtos.
  8. Totais de impostos e valores da nota fiscal.
  9. Parcelas. Previsão das parcelas a pagar para seu fornecedor
  10. Departamentos. Distribuição ou rateio por centro de custo.
  11. Informações Adicionais. Não esqueça de preencher a categoria de compra.

3. Incluindo os produtos que foram comprados

Clique no botão "Novo Item", conforme destacado na figura abaixo:

Preencha as informações do produto:

  1. Produto. Qual o produto que foi comprado. Ele deve estar previamente cadastrado no Cadastro de Produtos.
  2. Código NCM. NCM significa "Nomenclatura Comum do Mercosul" e trata-se de um código de oito dígitos estabelecido pelo governo brasileiro para identificar a natureza das mercadorias.
  3. Código EAN (GTIN). Código de barras do produto.
  4. CFOP na Nota Fiscal. CFOP é a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações, das entradas e saídas de mercadorias, intermunicipal e interestadual.
  5. Quantidade. Quantidade comprada do produto. É essa quantidade que vai ser inserida no seu estoque.
  6. Preço Unitário. Preço que você pagou pelo produto.
  7. Valor do Desconto. Seu fornecedor te concedeu um desconto? Informe o valor aqui.
  8. Caso esse produto não deve gerar uma conta a pagar para seu fornecedor é só clicar e deixar marcada essa opção.
  9. Caso a quantidade recebida e unidade forem divergentes do seu fornecedor, você pode fazer a conversão de unidades.
  10. CFOP de Entrada (se não lembrar qual inserir, peça ajuda ao seu contador).

4. Definindo os impostos ICMS, ICMS Substituição Tributária, IPI, PIS e COFINS, Atualização do Preço de Venda e Custo de Estoque

Não se esqueça de definir os impostos para cada produto comprado e quais deles fazem parte do seu valor de custo, além de atualizar o preço de venda.

Acesse as abas "ICMS", "ICMS Substituição Tributária", "IPI", "PIS" e "COFINS" conforme indicado na figura acima, e preencha as informações necessárias para o cálculo dos impostos:

Depois selecione na aba "Custo de Estoque" quais os impostos que fazem parte do custo do seu produto. Seu contador pode te ajudar bastante e ele é a pessoa indicada para responder o que você deve colocar em cada campo, pois isso varia muito em função do enquadramento legal de sua empresa X o produto que você está vendendo X o tipo de operação que está sendo realizada:

Para cada item é possível já atualizar o preço de venda do produto baseado no custo da NF:

5. Concluindo e incluindo a Nota Fiscal do seu fornecedor

Clique no botão "Concluir":

Depois de confirmar o recebimento, seus produtos foram inseridos no seu estoque e as contas a pagar registradas no seu módulo Finanças.

Encontrou sua resposta?