Com o Omie você pode gerar um boleto bancário de 3 formas distintas:

  • Automaticamente, a partir da emissão de uma nota fiscal de venda de produtos (NF-e)
  • Automaticamente, a partir da emissão de uma nota fiscal de serviço (NFS-e)
  • Manualmente, a partir de uma conta a receber já registrada

Nesse artigo abordaremos a última forma: manualmente a partir de uma conta a receber.

1. Configuração

Antes de emitir o boleto é necessário configurar a conta corrente informando principalmente a carteira e o código do cedente (essa informação pode não ser solicitada para alguns bancos). Para isso, confira o artigo "Como configuro a conta corrente para emitir boletos e integrar com o banco?"

2. Gerando o boleto

  1. após a configuração da conta corrente, basta acessar uma conta a receber (que esteja associada a conta corrente que você acabou de configurar) e clicar no botão "Gerar Boleto", e pronto.

2.1. Visualizando o boleto

Após a geração do boleto bancário é exibida a tela acima, onde você pode:

  1. informe para qual endereço de e-mail do seu cliente você quer que tudo seja enviado. E sim, pode ser mais de um email, basta informar todos os destinatários separando com um ",".
  2. visualizar o arquivo PDF do boleto.

Enviar automaticamente o boleto para o cliente por e-mail. Basta clicar no botão "Enviar Boleto", selecionado na imagem acima.

2.2. Exemplo de boleto gerado

3. Dicas

  • as informações de qual carteira utilizar e qual é seu código de cedente você deve obter diretamente com seu gerente do banco. Às vezes ele dá uma de desentendido e fala que "não é com ele", mas acredite: é com ele sim!
  • já que falamos sobre o gerente, antes de fazer qualquer coisa você deve negociar muito bem as taxas e tarifas que serão cobradas pelo banco. Sim, caros colegas, cada boleto que você emitir será cobrado pelo querido banco. O valor varia muito de banco para banco, e também de carteira para carteira, então, fique atento.
  • antes de enviar os boletos para seus clientes, emita alguns boletos contra você mesmo com valores baixos e bem quebrados (R$ 1,37 por exemplo) para ficar fácil de você analisar a baixa. Pague esses boletos, aguarde o período de compensação e verifique se o dinheiro foi de fato creditado na sua conta corrente. Estando tudo ok seja feliz e mande bala na emissão dos boletos.

Quer saber mais sobre emissão de boletos? Confira também os artigos "Ordem de Serviço - Como envio os boletos automaticamente para o cliente?" , "Contrato de Serviço - Como envio os boletos automaticamente para o cliente?" e "Pedido de Venda - Como envio os boletos automaticamente para o cliente?"

Encontrou sua resposta?