Após acessar o menu de configuração de impostos, para configurar o IPI necessário à sua operação, basta executar os passos a seguir:

Ao clicar na caixinha IPI, selecione na lista o NCM que deseja configurar:

Na sequência uma tela será exibida com as informações para preenchimento:

A tela anterior é dividida em duas seções: Mercadorias Nacionais ou Alvo de Importação Direta e Mercadorias Estrangeiras Adquiridas no Mercado Interno, atente-se no preenchimento correto de cada campo em cada operação:

1 – Informações Complementares para a NF: Inclua o texto relacionado às informações complementares que deseja na Nota Fiscal;

2 – Situação Tributária do IPI (CST): Selecione na lista do submenu a CST relativa à operação do NCM selecionado;


3 – Tipo de Cálculo para o IPI: Dependendo da CST selecionada no campo anterior, será exibido um menu para selecionar o tipo de Cálculo;

4 – Alíquota do IPI (%): Informe o percentual para o cálculo do IPI;

5 – Valor do IPI por Unid. Tributável: Dependendo do tipo cálculo para o IPI, informe o valor por Unid. Tributável;


6 – Enquadramento Fiscal do IPI: Selecione na lista do submenu o enquadramento do IPI.

Após informar todos os campos, basta realizar o preenchimento para os demais NCM’s.

Obs.: As configurações dos impostos são feitas por NCM, caso precise configurar por produto (exceção), basta selecionar a opção destacada a seguir e repetir os passos anteriores:

Para facilitar o seu processo de configuração, há a possibilidade de copiar a configuração dos impostos de um NCM para outro, clique aqui para saber mais.

IMPORTANTE

Esse manual indica como deve ser o preenchimento, os valores expressos em cada campo são exemplos ilustrativos. Em caso de dúvidas, entre em contato com o seu contador.

Encontrou sua resposta?