Quer começar a emitir nota fiscal pelo Omie? Parabéns! Isso quer dizer que seus negócios vão bem, e agora você precisa entregar os produtos cobrar os clientes. U-hu! :)

Basicamente você precisa fazer 2 coisas:

  • garantir que os dados de sua empresa estejam corretamente preenchidos no cadastro.
  • importar seu "Certificado Digital A1".

Não sabe o que é um Certificado Digital? Calma, sem pânico. Nós te explicamos :-) . Confira o artigo "O que é um Certificado Digital".

1. Acessando as Configurações

Clique no ícone que parece uma "engrenagem" que fica à esquerda do seu nome, no canto superior direito, conforme indicado na figura acima.

2. Cadastro da Empresa

Clique na opção "1. Empresa", conforme indicado na figura acima.

2.1. Dados Principais da Empresa

Para que seja possível a comunicação com a SEFAZ (Secretaria da Fazenda) e geração das notas fiscais, todos os principais dados da empresa devem estar corretamente preenchidos, conforme indicado na figura acima.

Dica: depois de preencher os campos não se esqueça de clicar no botão "Salvar", conforme destacado na figura acima.

2.2. Informando o e-mail

Também é necessário indicar o endereço de e-mail. Para isso, acesse a aba "Telefones e E-mail", conforme indicado na figura acima:

  1. E-mail. Endereço de e-mail que você quer utilizar. :)

Dica: depois de preencher os campos não se esqueça de clicar no botão "Salvar", conforme destacado na figura acima.

2.3. Complementando o cadastro

Além das informações principais e e-mail, também é necessário mais alguns dados. Para isso, acesse a aba "Informações Adicionais", conforme indicado na figura acima:

  1. Inscrição Estadual. Código que identifica sua empresa na SEFAZ (Secretaria da Fazenda) do seu estado.

Dica: seu contador pode te ajudar bastante para descobrir essas informações.

Outra dica: depois de preencher os campos não se esqueça de clicar no botão "Salvar", conforme destacado na figura acima.

2.4. Habilitando a emissão das notas fiscais

Acesse a aba "Nota Fiscal - Produto", conforme indicado na figura acima:

  1. marque opção "Emite Nota Fiscal Eletrônica para a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) do seu estado".
  2. clique na opção "Ambiente da NF-e: Homologação". Será apresentada outra tela para você indicar outras informações necessárias para a comunicação com a SEFAZ, conforme demonstrado na figura abaixo.

2.5. Detalhes para comunicação com a SEFAZ

  1. Ambiente da NF-e. A SEFAZ oferece dois ambientes para emissão das notas fiscais
    Homologação: ambiente de teste. Todas as notas que você emitir nesse ambiente são apenas teste, sem nenhum valor fiscal. Recomendamos que as primeiras notas que você emita pelo Omie sejam no ambiente de homologação, para que você possa aprender e se familiarizar com o processo de emissão de notas.
    Produção: ambiente oficial. Todas as notas que você emitir nesse ambiente são válidas, com valor fiscal.
  2. Série da NF-e. Preencha aqui o código da série da nota fiscal eletrônica que será emitida. Essa é outra informação que você deve verificar com seu contador.
  3. DANFE no formato Paisagem. Por padrão o DANFE emitido pelo Omie sai no formato retrato ("em pé"). Caso você queria que o DANFE seja emitido no formato paisagem ("deitado") marque essa opção.
  4. Não preencher a Data e Hora de Saída / entrada no DANFE (e NF-e). Ao habilitar esta opção, tanto a data quanto a hora de saída/entrada não serão impressas na nota fiscal.
  5. Não exibir o destaque do valor do PIS e do COFINS no DANFE. Ao habilitar esta opção, os valores dos impostos do PIS e COFINS, não serão mostrados no DANFE.
  6. Não exibir o destaque dos valores do ICMS ST nos itens do DANFE. Ao habilitar esta opção, o valor dos impostos do ICMS ST, não serão mostrados nos itens da NF-e.
  7. Ordenar os itens do DANFE pro descrição (e não pela ordem de inclusão). Ao habilitar esta opção, os itens que você inseriu no pedido de venda serão mostrados por ordem alfabética na nota fiscal.
  8. Exibir o e-mail do destinatário nas informações adicionais do DANFE. Ao habilitar esta opção, o e-mail do teu cliente será destacado na nota fiscal nos "dados adicionais para a nota fiscal".
  9. Última NF-e emitida. Número da última nota fiscal emitida. Essa informação você deve verificar com seu contador.
  10. Último Lote da NF-e enviado. Número do último lote enviado para a SEFAZ para geração da nota fiscal. Essa informação você deve verificar com seu contador.

Quando terminar de preencher as informações clique no botão "Confirmar"

2.6. Importando o Certificado Digital A1

Clique na opção "4. Certificado Digital (Modelo A1)". Será exibida outra tela para que você possa "subir" seu certificado, conforme indicado na figura abaixo.

2.7. Importando o Certificado Digital A1

  1. clique em "Importar meu Certificado Digital (modelo A1)".

2.8. Escolhendo o arquivo

  1. clique em "Carregar arquivo" e procure o Certificado na pasta em que você o salvou.

2.9. Informando a senha do certificado

  1. informe a senha do seu certificado digital e aperte a tecla "TAB". Na sequência será exibida uma mensagem de confirmação, conforme indicado na figura abaixo.

2.10. Confirmando o Certificado Digital A1

  1. clique no botão "Sim" para confirmar a utilização do certificado digital.

2.11. Confirmando tudo

Com as informações do Certificado automaticamente preenchidas, basta clicar em "Concluir".

3. Pronto :)

Fácil assim. Agora você já pode começar a emitir notas fiscais pelo Omie. Leia também alguns artigos que podem ser muito úteis:

E lembre-se também: você precisa se credenciar junto a SEFAZ do seu estado para poder emitir as notas. Seu contador pode te ajudar nesse processo.

Encontrou sua resposta?