Quando você emite uma Nota Fiscal de Remessa para seu cliente ou fornecedor, essa nota não tem cobrança associada e é muito comum em operações como remessa para demonstração, bonificação, brinde, transferência, conserto, industrialização, entre outras.
Alguns desses produtos que foram remetidos podem retornar para a empresa, o que é chamado de Retorno de Remessa.

1. Importando o Retorno de Remessa emitido pelo seu cliente ou fornecedor: caso você não se lembre como fazer a importação da nota fiscal, clique aqui.

2. Associando um Retorno de Remessa a uma Remessa de Produtos: acesse o módulo Compras, Estoque e Produção e clique no "Passo 3 - Cadastrar Compras e Receber":

3. Localizando o Retorno Recebido: ao localizar a nota fiscal de Retorno de Remessa, dê um duplo clique nela:

4. Associando o produto recebido ao produto remetido: ao abrir o recebimento da sua nota de Retorno, você precisa associar o item desta nota ao produto que foi enviado através da Remessa:

Ao selecionar o item e clicar em "Associar a um produto existente" você vai localizar o item da remessa que foi emitida, selecione e clique em "Confirmar":

5. Concluindo o recebimento do Retorno de Remessa: depois de associar os itens clique em "Concluir":

Custo do Produto

Um ponto importante a ressaltar é que nesta nota de Retorno, o custo do produto a ser considerado será o custo médio contábil (CMC) original do produto que foi remetido. Caso queira visualizar este custo, na aba "Custo de Estoque" do item você analisa o CMC original da Remessa associada:

;)

Encontrou sua resposta?